Gatos não são cães pequenos, eles tem suas peculiaridades e precisamos estar atentos a eles.

Diferente dos cães que nos recebem pulando, lambendo, latindo e ate fazem xixi de tanta alegria, os gatos são mais calmos e podem demostrar sua satisfação em nos ver apenas com um miado baixinho e se esfregando em nossas pernas em busca de um carinho.

Gatos não são brinquedos, não e para as crianças ficarem agarrando eles, mas sim, aprenderem com eles uma das formas de amor mais puras que existem e aprenderem a respeitar, crianças que crescem com gatos, vão respeitar gatos e outros animais por toda a vida, crianças que crescem com gatos terão menos alergias na fase adulta, isso e cientificamente comprovado.

Gatos são seres majestosos, e como verdadeiros reis que são, não gostam de demostrar fraqueza, um gato doente, não avisa o dono que esta mal, o que ele faz? Se esconde! Por isso, nos devemos estar atentos a todos os sinais, um gato para estar bem, precisa de 3 coisas: felicidade, boa alimentação e imunidade alta.

Não basta oferecer água e ração e limpar a caixa de areia, e preciso dedicação, dedicar alguns minutos no seu dia para dar atenção ao seu gato, escova-lo, limpar os olhinhos e brincar, fazer ele gastar energia.

Gatos são sistemáticos, gostam de tudo no mesmo horário e do mesmo jeito, acostume a oferecer um alimento úmido todos os dias, no mesmo local, no mesmo horário e no mesmo potinho.

Gatos não gostam de barulho, mudança de ambiente ou de mudança na rotina, de pessoas estranhas na "casa dele", obras, faxinas, tudo isso pode desencadear um estresse a ele, e o que pode acontecer com um gato estressado? Eles param de comer, alem de poderem ter vômitos e diarreias! Só que gatos não podem ficar longos períodos sem comer, pois esse fato pode gerar um problema grave, como a lipidose hepática, então precisamos nos atentar todos os dias se o gato esta bem, se ele esta se alimentando, e se não estiver, forcar, dar comidinha na boca dele pra ele melhorar e levar no veterinário, sempre que necessário.

Gatos são seres inflamáveis e principalmente, eles absorvem nossa energia, e ficam doentes para nos proteger, os gatos são o "reflexo do dono", pessoas depressivas tem gatos depressivos, pessoas com câncer tem gatos com câncer e quem trabalha em clinicas veterinárias sabem bem disso.

Não e a toa, que existem veterinários especialistas em felinos, isso e porque os veterinários estudam durante 5 anos sobre cães e precisam dessa pós graduação em felinos, para saber lidar com essas particularidades do gatos, então procurem por esses profissionais, que nem sempre cobram muito mais caro, mas você ganha tempo e economiza dinheiro, pois não terá que se consultar com dois veterinários, porque nem sempre o primeiro consegue resolver seu problema, ou então, veterinários que tenham experiencia com gatos, porque experiencia muitas vezes vale mais que um diploma.

Então, ao observar qualquer mudança no comportamento do seu gato, procure pelo veterinário, não espere! Alem disso, de muito amor a eles, cuide de sua alimentação, de sua higiene, não os deixe ter acesso a rua, tenha telas de proteção nas janelas, sacadas e qualquer tipo de acesso a rua, cuide de sua vacinação, vermifugação e desparasitação regularmente, assim terá um companheiro por muitos anos.

Lidar com gatos e saber amar sem dominar!


, 30/12/2018

Entre em contato